terça-feira, janeiro 08, 2008

Títulos internacionais do Grêmio

Finais contra Hamburgo, Penharol, Nacional, Bayern de Munique, Barcelona etc.
2.1.1. Mundial Interclubes 1983
2.1.2. Mundial Interclubes 1995
2.1.3. Mundial Interclubes - Campeões e Vices
2.2.1.1. Copa Libertadores 1983 - Final
2.2.1.2. Copa Libertadores 1983 - Campanha
2.2.2.1. Copa Libertadores 1995 - Final
2.2.2.2. Copa Libertadores 1995 - Campanha
2.2.3. Copa Libertadores - Outras campanhas
2.2.4. Copa Libertadores - Goleadores do Grêmio
2.2.5. Copa Libertadores - Campeões e Vices
2.3.2. Recopa - Campeões e Vices
2.4.1. Sanwa Bank Cup- Copa da Amizade 1995 - Final
2.5.1. Campeão Copa Río de La Plata 1968 - Final
2.5.2. Copa Internacional de Porto Alegre 1971 - Final
2.5.3. Taça do Atlântico 1971 - Final
2.5.4. Taça Cidade de Salvador 1972 - Final
2.5.5. Torneio Ciudad de Rosário 1979 - Final
2.5.6. Trofeo Torre Del Vigia 1981 - Final
2.5.7. Copa “El Salvador Del Mundo 1981 - Final
2.5.8. Troféu “Ciudad de Valladolid” 1981 - Final
2.5.9. Trofeo “Cel - El Salvador” 1983 - Final
2.5.10. Copa Los Angeles 1983 - Final
2.5.12. Copa Rotterdan 1985 - Final
http://www.gremio.net/page/view.aspx?i=trofeu_palma&language=0
FICHA DO JOGO > GRÊMIO x BARCELONA Local: Palma de Mallorca/EspanhaData: 10/08/1985
2.5.13. Copa Phillips 1986 - Final
2.5.14. Copa Phillips 1987 - Final
2.5.15. Copa Renner 1996 - Final
2.5.16. Troféu “Agrupación Peñas Valencianas” 1996 - Final
2.5.17. Troféu Colombino 1997 - Final
2.5.18. Taça Hang Ching 1998 China - Final

8 comentários:

Anônimo disse...

o grande perigo para o Grêmio é a disputa de beleza com o Inter. No passado o Inter trouxe o Figueroa e o Grêmio o Ancheta. Só falta agora o Grêmio, em função da Dubai Cup, entrar em parafuso e sair a contratar sem cautela.
O Grêmio tem, seguramente, mais time que o Internacional. A solução é cabeça fria e buscar reforços. O Grêmio tem tudo para ser campeão da Sulamericana, do Gaúchão e do Campeonato Nacional.

JEREMIAS disse...

Gostei desta parte escrita pelo Hélio Sassen:
"Pessoalmente, como sou mestrando em Comunicação, absorvo muito conhecimento em Sociologia e em História. Então, hoje, não consigo mais me prender a fatos isolados em si. Tudo possui antecedentes, um desenvolvimento, um final e apresenta um embrião para o próximo ciclo. Os fatos precisam ser avaliados dentro de um contexto político, financeiro e legal além dos resultados de campo. Isso posto, uma gestão competente teria dado um Brasileirão e uma Libertadores durante a pajelança chamada ISL e, ao final, não deveria ter deixado dívidas impagáveis. Um título importante em quatro anos deixou um legado pré-falimentar."

Jeremias disse...

Trocando em miúdos o que disse o MESTRANDO SASSEN e trazendo para o Grêmio recente, sem chiliques:
1. A gestão Obino foi completamente influenciada pelas gestões Guerreiro.
2. As gestões Paulo Odone foram fortemente influenciadas pela gestão Obino
3. Cada uma das gestões subsequentes pegou o clube nas condições em que estava naquele momento. Não saiu do zero nem construiu uma realidade virtual. Teve maiores ou menores dificuldades segundo o quadro objetivo que se apresentava.
4. Claro que a gestão do futebol depende muito das verbas que lhe são destinadas - da competência de aplicação de tais verbas - e da ausência de boicote interno nos suprimentos.

Fica uma pergunta: Por que, no mundo inteiro, é reconhecida a assertiva do mestrando:
"Então, hoje, não consigo mais me prender a fatos isolados em si. Tudo possui antecedentes, um desenvolvimento, um final e apresenta um embrião para o próximo ciclo. Os fatos precisam ser avaliados dentro de um contexto político, financeiro e legal além dos resultados de campo."

Por que só no Grêmio isso não vale. Só no Grêmio todos os ônus são de um e todos os bônus são do outro.
Só no Grêmio não vale o pensamento de que "hoje é consequência de ontem e amanhã será consequência de hoje"

Interessante que os mesmos que não reconhecem isso no Grêmio proclamam os antecedentes da gestão Fernando Miranda nos consequentes gestão Fernando Carvalho. Pro adversário vale. Que cosa!!!!

Jeremias disse...

Entre as atitutes que não se misturam estão a ética, a honestidade, a transparência. Nessas, cada gestão é absolutamente independente da outra.

Jeremias disse...

A gente vai lembrando das coisas: A gestão contemporânea à ISL foi tão superlativamente danosa que inviabilizou a gestão Obino (calma, calma, não estou suprimindo a falta de energia do comandante da gestão!) e continua com uma carga pesada sobre as gestões Odone (embora Odone et entourage tentem dar a entender que receberam a herança de Obino usando sempre imprecisões e meias-verdades). E não crédito ao passado pelos ativos Anderson, Lucas, Carlos Eduardo e alguns outros todos já presentes na época do "vestiário vazio" (de bombas de efeito retardado).

Anônimo disse...

jeremias, o bom, me lembra charges da revista cruzeiro."porta aberta"...Lembram desta charge?

Maria disse...

Acho que o conselho também têm responsabilidades,faltaram pessoas que assumissem uma postura mais questionadora e propositiva.Ouvi um conselheiro,não lembro o nome,na rádio Guaiba(domingo passado)dizer que no periodo 2000-2002 não foi apresentando um demonstrativo de resultados.Pode? Por que não falou antes?

A politica dos assuntos internos foi danosa para toda a Comunidade Gremista.Espero, que com este processo de oxigenação, que esta ocorrendo as coisas mudem.

Anônimo disse...

ATENÇÃO!!!!!! "Novo torneio de Doboi:Para"eles'disputarem""Doboi Guspe à Distância Camp."
valores 2 milhões para o vencedor e 1 milhão para a a mídia colorada QUE ANDA fanática, pois ainda estão deslumbrados com o feito mundial dos alagados da beira do lago em terras áridas lá das Arabias, terra do ALI-BABÁ cidade do Areão Duboi. "Que feito" hem!