sábado, dezembro 29, 2007

Grêmio homenageia Adalberto Vianna

Adalberto Vianna
27.12.2007
Homenagem póstuma ao conselheiro
Faleceu na madrugada do último dia 25, o conselheiro gremista Adalberto Buys Vianna.
Vianna nasceu em Porto Alegre no dia 22 de maio de 1927 e era conselheiro do Grêmio desde 1983.
Em 1985, durante a gestão do presidente Irany Sant’Anna, Adalberto Vianna foi Vice-Presidente de Administração.
Nesse período, o Grêmio conquistou o bi-campeonato gaúcho de 85/86, o troféu Palma de Mallorca na Espanha e as copas Rotterdam e Phillips, na Holanda.
O Grêmio se solidariza com a família do conselheiro e presta homenagens pelos diversos serviços prestados ao clube.
Em 1982, Adalberto Vianna foi Diretor Administrativo do Grêmio (Vice-Presidência de Administração) e, em 1983, foi Diretor na Vice-Presidência de Assuntos Extraordinários, primeiros dois mandatos da gestão Fábio Koff.
Era muito querido, respeitado e admirado por todos que o conheciam.

5 comentários:

Anônimo disse...

conheci o conselheiro adalberto, um homem afável e sempre com idéias brilhantes.

Anônimo disse...

onde estão os gremistas? O seu Adalberto foi um gremista ilustre e não está recebendo as atenções que merece.

Joao s Oliveira disse...

A analise a seguir foi publicada no apito do blackao. Finalmente um estudo consistente

O Ricardo Kawano disse que, se o Grêmio tivesse me ouvido, não teria contratado o Baltazar nem o Zinho e teríamos menos títulos importantes. Bem… Não entendi direito a comparação e gostaria que ele respondesse. Provavelmente porque eu disse que o (se não me engano) ótimo vice-presidente de futebol da maior parte da gestão do presidente Hélio Dourado foi Rafael Bandeira dos Santos e porque considero José Alberto Guerreiro como o pior presidente da história do clube e foi com a ISL e Zinho que ganhamos a Copa do Brasil de 2001. Pessoalmente, como sou mestrando em Comunicação, absorvo muito conhecimento em Sociologia e em História. Então, hoje, não consigo mais me prender a fatos isolados em si. Tudo possui antecedentes, um desenvolvimento, um final e apresenta um embrião para o próximo ciclo. Os fatos precisam ser avaliados dentro de um contexto político, financeiro e legal além dos resultados de campo. Isso posto, uma gestão competente teria dado um Brasileirão e uma Libertadores durante a pajelança chamada ISL e, ao final, não deveria ter deixado dívidas impagáveis. Um título importante em quatro anos deixou um legado pré-falimentar.

Manfred Silva disse...

Conforme nos foi reportado, na capela do Colégio Anchieta, aconteceu, ontem, dia 01-01-08, a missa de sétimo dia pelo falecimento do Conselheiro Adalberto Buys Vianna. Além da família, estiveram presentes Túlio Macedo, pelo Conselho de Administração, Régis Freitas Lima, Presidente do Conselheiro Deliberativo e vários amigos de Vianna. Como dito na postagem original, Vianna, homem de princípios, equilibrado, moderado e firme, era muito respeitado e querido por seus amigos.

Anônimo disse...

Mas só três gremistas se manifestaram? E os outros?