quinta-feira, dezembro 06, 2007

Dicas do Pires: Um profissional para a Grêmio Empreendimentos

Paulo Odone foi eleito para a Presidência do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. Faz bem em ficar até o final do mandato. Nesses tempos de "modernização e profissionalização", impõe-se um GESTOR PROFISSIONAL -com dedicação exclusiva - para a Presidência da Grêmio Empreendimentos.
Beto Pires

13 comentários:

Maria disse...

Vamos ter que desdobrar,de forma bem clara ,o que é a modernização e a profissionalização de um clube de futebol.

Paulo Roberto disse...

Olhem o que a Puma fez no Cruzeiro:

http://cruzeirense.wordpress.com/2007/12/01/de-palestra-a-cruzeiro-lancamento-das-camisas-de-1921-e-1942/

Paulo Jacintho disse...

Acho a sugestão ótima. O amadorismo negocial combinado com o profissionalismo político e, ainda, o oportunismo descarado estão prejudicando as negociações e o andamento dos projetos. Houve inúmeras criações e plantações de notícias com afirmações não confirmadas. Só para certas pessoas terem promoção pessoal.

Anônimo disse...

GESTÃO PROFISSIONAL JÁ! ABAIXO O OPORTUNISMO POLÍTICO!!!!!!!!!!!

Lincoln Rogers disse...

O "milagre" das finança do Grêmio foi a venda de Anderson, Lucas e Carlos Eduardo já no Grêmio antes dos milagreiros.

San Tell d'Euskadi disse...

O dinheiro do C. Eduardo e do Lucas nem chegaram. O que salvou, mesmo, foi a venda do Ânderson e o acesso à Série A. O problema, Lincoln, é menosprezar o trabalho da atual direção ao desconsiderar o estado caótico no qual ele se encontrava. Houve várias decisões criativas, como o Consórcio de Credores, que permitiram ao clube, ao menos, planejar-se. Do jeito que estava, o natural era cair para a "C", fechar o clube e fundar um novo (como em Florença e Nápoles).

Quanto ao estádio, é questão de momento. A Copa trará um clima de "oba-oba" o qual o clube precisa aproveitar. Se deixar passar, ficará quase impossível.

Anônimo disse...

Ok, quem seria o gestor profissional? Gostaria que site sugerisse alguns nomes.

Lincoln Rogers disse...

Prezado San Tell. Nâo te conheço mas tenho lido bons comentários teus aqui neste blog e em outro tb. Citei os três jogadores porque, por conta do Lucas e do Carlos Eduardo, o Clube conseguiu crédito. Já gastou até boa parte do dinheiro segundo li e ouvi em entrevista no rádio. Claro que há mérito em gerir uma dívida do tamanho da que ficou de uma certa gestão "oba-oba". Quem lhe disse que havia estado caótico? Temos ouvido muito, sempre, uma versão só. Recebeu com uma dívida grande que havia sido criada alguns anos antes (2000 a 2002). Não há menosprezo. Ao contrário. Está fazendo um bom trabalho. Mas recebeu o clube organizado e planejado. Pelo menos, é a versão que ouço de pessoas independentes e li no blog gremioacimadetudo. Procuro buscar alguma informação fora da propaganda oficial para tentar entender. Nem sempre é fácil.

Beto Pires disse...

Prezado anônimo. Seria amadorismo nós indicarmos nomes. Seria um grande erro como são as indicações políticas para cargos que não são prioritariamente políticos. Como esse futuro gestor de interesses comerciais do Grêmio.

O caminho é a contratação de um headhunter como explicado abaixo:

"HEADHUNTER: CAÇADOR DE TALENTOS
* Viviane Macedo

Com certeza você já ouviu falar em headhunter, mas você sabe, realmente, o que esse profissional faz?

Se traduzirmos literalmente, headhunter significa "caçador de cabeças". Mas, na verdade, ele é muito mais que isso. Podemos dizer que headhunter é um caçador de talentos, ou especialista em recrutamento. Ele parte em busca de grandes potenciais, a fim de encontrar a pessoa certa para ocupar um importante cargo na empresa que contratou seus serviços. Geralmente, essa empresa precisa que a contratação seja rápida e sigilosa.


COMO ACONTECE

Muitas empresas, quando precisam buscar um talento específico, que vá ocupar um cargo de importância estratégica, optam por contratar os serviços de um headhunter. A companhia procura escolher um profissional que seja de sua confiança, pois esse trabalho precisa de muita descrição e responsabilidade.

Após a escolha do headhunter, o gestor responsável pela vaga esclarece qual o perfil da vaga que será preenchida e quais são os requisitos que deve ter o profissional a ser "caçado". Enfim, na reunião de briefing, requisitante e recrutador traçam um perfil completo do colaborador desejado, da vaga e de todas as necessidades da empresa com relação à contratação.

O papel do headhunter, nessa hora, é extrair todo tipo de informação para tornar a sua busca mais fácil e precisa, pois o próximo encontro com o requisitante já deverá ser para apresentar um "short list" – isto é, uma relação de candidatos pré-selecionados, escolhidos pelo recrutador de acordo com as exigências da empresa e o perfil da vaga.

"Num curto espaço de tempo, nós oferecemos profissionais extremamente qualificados e, praticamente, com 100% de aderência ao perfil que a empresa está precisando", explica Ricardo Nogueira, headhunter da Case Consultores

Beto Pires disse...

Dentre as várias do mercado, outro exemplo de Headhunter

PERFIL DA DIRECTION RH - Talent Search - Empresa do Grupo DIRECTION RH

Aconselhamento Profissional com Identificação da Melhor Opção de Talentos para sua Empresa.

Talentos são os ativos mais críticos de uma organização, na atual economia global centrada em conhecimentos. Algumas organizações já reconheceram que a falta de profissionais talentosos é um fator de inibição para crescer e atingir os objetivos do negócio.

A DIRECTION RH - Talent Search, que traz o nome do grupo DIRECTION RH, é uma consultoria especializada na busca e seleção de talentos profissionais, empenhando seus esforços e recursos para encontrar e escolher pessoas excepcionalmente bem qualificadas, habilitadas a contribuir de forma contínua e significativa para o sucesso da sua equipe gerencial.

Nossa Missão

Colaborar com as empresas para aumentar sua eficiência, liberar sua energia criativa e mobilizar o ânimo de seus recursos humanos. Somos especialistas na área de recrutamento de talentos executivos e de serviços de desenvolvimento empresarial. Atingimos estes objetivos por meio da consultoria prestada a nossos clientes em suas necessidades de recursos humanos, criando soluções em parceria com eles e, continuamente, aprimorando nossos métodos e processos.

Nossa Visão

Apresentar soluções às empresas, adequando talentos profissionais ao ambiente de cada organização, promovendo o crescimento mútuo e a excelência dos recursos humanos.
(...)

André disse...

Que se profissionalize entao!!!

Que colocquem um empresário de verdade para gerir a Empresa!!! Não um político que deseja ser considerado o responsável pelo estádio, e aparece no site do Grêmio mais do que qualquer outro assunto.

Que experiência empresarial tem Paulo Odone?!?!?!?!?!

Pedro Nicolet disse...

A corneta anda solta. Olhem só o que achei nesse blog:

Grêmio, Grêmio acima de tudo comenta:

Como assim presidente; "Foi não procurar culpados e nem olhar para o passado", foi o que mais o Sr e sua diretoria fez, foram poucas as entrevistas que fizeram que não reclamaram da gestão que sucediam, no entanto, nunca lembravam da gestão Guerreiro que realmente quebrou o clube. Mas claro, Guerreiro o havia apoiado na eleição.

Nunca mencionou que a salvação do Grêmio esportivamente e que tirou sua gestão do sufoco financeiro, foi conseguida com jogadores que foram criados e trazidos na gestão Obino(Lucas, Anderson e Carlos Eduardo). E mais, que foi uma conjunção de fatores que tornam o nosso Grêmio Imortal que nos tirou da segunda divisão, até porque, se fosse pelo Sr, como mesmo declara no DVD oficial da Batalha dos Aflitos, o Grêmio não teria saído da segunda divisão, pois o Sr. queria tirar a equipe de campo e, se não fosse o bom censo do Dr. Renato Moreira, até hoje estariamos pagando as consequências.
Também nunca mencionou que foi por causa dos quadradinhos(Planejamento Estratégico) que houve a reorganização administrativa e a profissionalização do clube.
Falta humildade e reconhecimento Presidente, mas é bom politícamente aparecer no JN., só que desta vez de graça.

Ahmed Jacob Tessl disse...

A Coluna de Hiltor Mombach menciona que conselheiros do Grêmio querem Adalberto Preis na Presidência da Grêmio Empreendimentos já que Paulo Odone ficou na Presidência do Clube.
Preis é competente e tem conhecimento e experiência empresarial.
Mas não preenche o quesito do executivo profissional com dedicação exclusiva, se esse for o critério.