segunda-feira, dezembro 17, 2007

Dicas do Pires

Saibam o motivo pelo qual ' eles' festejam e nós não. Tem havido, entre nós, muito ciúme, inveja e interesses personalistas a provocar, inclusive, o aparecimento dos Iejov.

6 comentários:

Mariano disse...

A coisa mais ridícula que vi até hoje foi querer comparar os Aflitos com Tóquio. Tóquio foi o exemplo do crescimento, da organização.
Os Aflitos foram o exemplo do descalabro, da má-gestão, da incompetência. De valor, a inspiração dos dois ex-juniores Galatto e Anderson e a imortalidade tricolor.
Jamais usem como exemplo de boa administração, pois até o time não foi retirado de campo por uma voz prudente ante o autoritarismo, a petulância e a prepotência.

Gremista que tem memória disse...

Mas tem um ex-vice que mereceu o esquecimento, pois plantou durante todo este tempo a arrogância e sempre se achou como o salvador da pátria e mentor de quase tudo.
Sempre acreditou que era importante, enquanto, seus lideres o achacalhavam.
É nauseante o olhar supostamente superior deste vice quando confrontado com alguém que considera seu adversário ideológico.

Anônimo disse...

Vapt vupt e já apareceu um candidato a IEJOV.hehehe!

Genivaldo Ayres disse...

ARROGÂNCIA

Um calouro muito arrogante, que estava assistindo a um jogo de futebol, tomou para si a responsabilidade de explicar a um senhor já maduro, próximo dele, por que era impossível a alguém da velha geração entender esta geração.

"Vocês cresceram em um mundo diferente, um mundo quase primitivo", o estudante disse alto e claro de modo que todos em volta pudessem ouvi-lo.

"Nós, os jovens de hoje, crescemos com televisão, aviões a jato, viagens espaciais, homens caminhando na Lua, nossas espaçonaves tendo visitado Marte. Nós temos energia nuclear, carros elétricos e a hidrogênio, computadores com grande capacidade de processamento e .," numa pausa para tomar outro gole de cerveja.

O senhor se aproveitou do intervalo do gole para interromper a liturgia do estudante em sua ladainha e disse:

-"Você está certo, filho. Nós não tivemos essas coisas quando nós éramos jovens... por isso nós as inventamos.

E você, um bostinha arrogante dos dias de hoje, o que você está fazendo para a próxima geração?"

Foi aplaudido ruidosamente!

Anônimo disse...

Este blog tem uma inveja da direção do Paulo Odone.

Maria disse...

Eu gosto, como sabem, de uma boa briga. Especialmente porque sigo a máxima de Voltaire: o segredo de aborrecer é dizer tudo.