quinta-feira, janeiro 27, 2011

Jonas - por que não? reeditando


Jonas já foi júnior prodígio.
Objeto da cobiça dos grandes paulistas, acabou contratado pelo Santos.
Jovem ainda, sem a devida experiência, natural a falta de afirmação em ambiente extremamente competitivo.
No Grêmio, uma repetição.
O fato de ter sito goleador com 10 gols em time rebaixado como a Portuguesa merece a devida interpretação. Em time fraco é sempre mais difícil ser goleador.
Nossa avaliação é a de que NÃO FALTA FUTEBOL a Jonas. Tem de sobra.
O problema do jogador é a ansiedade pela afirmação. Daí, como já aconteceu com inúmeros craques, a precipitação na conclusão das jogadas.
Nem todos têm a frieza de um Romário.
A passagem pela Portuguesa serviu de amadurecimento. Com o devido apoio para jogar o futebol dele, sem pressões indevidas. JONAS VAI DAR CERTO NO GRÊMIO.

Duda e Krieger: o atacante pode estar a um passo sob o olhar de vocês.

"DE GRÁTIS" (!)

Publicado em 09/01/2009

2 comentários:

Não foi o Caetano???? disse...

Não temos, tb, a resposta para um fenômeno que se repete permanentemente. Mesmo confrontados com a verdade, com dados, provas, enfim com os fatos verdadeiros, jornalistas como Baldasso, Boaz, Benfica, Mário Marvos insistem em repetir a versão falsa.
Na mentira, não há fidalguia.

Chico_Dublin disse...

Me desculpa meu amigo.. mas ñaum fale que o Jonas tem bola nesse corpo pq é uma total mentira! aposto com quem quiser.. esse cara vai repetir as velhas atuações q teve no Gremio e Santos! naum adianta...naum podemos depender do Jonas pra ganhar essa Libertadores, estou começando a ficar com medo pq a direção pelo visto está conseguindo convencer muitos com essas teorias absurdas! lembrem-se "quanto maior a mentira mais todos acreditarão nela"